NOTA INTRODUTÓRIA ÀS CARTAS ENTRE

Louis Cattiaux-Emmanuel d’Hooghvorst

 

 

 

            Louis Cattiaux e Emmanuel d’Hooghvorst se conheceram em 1949, à raiz da publicação d’ A Mensagem Reencontrada e graças à resenha que René Guénon escreveu sobre esta obra na revista Études Traditionelles, publicada em setembro de 1948.

 

             A partir de então, se estabelece uma estreita relação epistolar e pessoal entre ambos, na qual Emmanuel d’Hooghvorst, apaixonado pelo hermetismo, compartilha sua busca do segredo senhorial com seu novo amigo e instrutor, Louis Cattiaux, de quem receberá muito mais que um ensinamento de grande valor, único em seu tempo, pois o vínculo que os unirá superará as contingências pessoais e a existência mundana, para enraizar-se na realidade única e inalterável.

 

               Muitas destas cartas foram publicadas há anos, primeiramente em francês e logo em espanhol (vê-se em CARTAS - Cartas entre Louis Cattiaux e Emmanuel d’Hooghvorst, neste site). Posteriormente, sua filha Eléonore d’Hooghvorst publicou na revista belga Le Miroir d’Isis, a partir de 2006, um número considerável de cartas inéditas entre L.Cattiaux e seu pai. Estas são as que aqui incluímos.

 

Mais artigos...

  1. DIÁLOGOS ENTRE LC E EH